Vanessa da Mata e Felguk lançam parceria inédita

“É TUDO O QUE EU QUERO TER” MARCA A PRIMEIRA COLABORAÇÃO DACANTORA DE MPB COM DJS

Vanessa da Mata e o duo Felguk surpreendem seus respectivos públicos com uma parceria inédita que resultou numa canção que une o melhor da batida eletrônica dos DJs cariocas ao lirismo das letras, vocais e melodia dacantora mato-grossense.

Já disponível em todas as plataformas digitais, a faixa batizada de “É Tudo O Que Eu Quero Ter” promete ser mais um sucesso a invadir as pistas do Brasil e do mundo e, ainda, a agradar os fãs da música popular brasileira. A música, que tem letra e melodia de Vanessa da Mata e produção e arranjo de Felguk, ainda deve ganhar videoclipe em breve.

Famosos por sucessos como “This Life” e remixes de artistas como Madonna, Flo Rida e The Black Eyed Peas, o duo Felguk já procurava há tempos por uma parceria com uma cantora de MPB e Vanessa sempre foi a primeira opção. “Não conhecíamos a Vanessa, mas sempre fomos seus fãs. Fizemos o convite, e ela logo concordou em fazer algo diferente conosco”, conta Gustavo “Guk” Rozenthal, que forma a dupla com Felipe “Fel” Lozinsky.

Já para Vanessa da Mata, “É Tudo O Que Eu Quero Ter” foi uma oportunidade de trazer algo diferente à carreira que já gerou seis álbuns e um CD e DVD gravado ao vivo. Com uma série de hits que incluem “Não Me Deixe Só”, “Ai, Ai, Ai…” e a parceria com Emicida “Passarinhos”, a cantora mostra que está contente com o resultado e que a faixa tem tudo para ser a trilha sonora do verão. “Normalmente, lançamos o arranjo original e depois vem o remix. Dessa vez, fiz o contrário e amei. Para refrescar um verão vertiginoso, vamos nos divertindo!”, contou a artista, que colaborou pela primeira vez com DJs.

O trio, que ainda gravou um making of da sessão de fotos para divulgação do single, dividiu tarefas para a criação da música. Segundo o duo, Vanessa compôs a faixa em cima de uma base de piano e, após a cantora gravar os vocais, foi a vez dos DJs levarem o material para trabalhar em estúdio, inserindo bateria, baixo, teclados e guitarras. “Todos os elementos musicais se encaixaram perfeitamente e o resultado final de ‘É Tudo O Que Eu Quero Ter’ foi surpreendente”, concluiu Guk.

COMENTÁRIOS

Este artigo não possui comentários