Sampa: 458 anos e sete milhões de carros. Comemorar ou iniciar a mudança?

Parabéns aos 458 anos de São Paulo! Ex-terra da garoa, a cidade mais cosmopolita da América Latina tem uma vida que não para e conta com milhares de serviços desde os mais requintados e caros, aos mais em conta e populares.

O estado atual das coisas reflete o nosso bom momento econômico, caracterizado pela ascensão das classes C e D. Ao mesmo tempo em que continuamos a conviver com problemas de países ainda em desenvolvimento, somos também contemplados com os percalços de cidades ricas: são mais pessoas com acesso aos planos de saúde e dificuldade para marcar consultas, são filas de espera para matrículas em escolas particulares, precisa-se de dois dias de antecedência para reservar uma mesa para almoçar em um restaurante requintado etc.

E são congestionamentos intermináveis, fruto da inconfundível marca de 7 milhões de veículos circulando em nossas ruas. Não há rodízio que resolva. O fato é que a melhoria na renda e o fácil acesso ao crédito colocam nas ruas de Sampa cerca de mil veículos por dia. E quem tem um dinheiro a mais e pode parcelar a compra, prefere não virar “sardinha” nos transportes públicos, que recebem melhorias sempre aquém das necessidades. Até a recente Linha Amarela do Metrô já está saturada. Diante desse cenário, vem a pergunta: parabéns? Sim, há motivos para comemorar pelo sim, pelo não!

Esse post não é uma crítica. E sim um incentivo à reflexão, é bom deixar claro. Os que compartilham de valores como o desenvolvimento sustentável e da melhoria da qualidade de vida devem sentir algum desânimo. Mas é possível buscar soluções individuais e coletivas para uma cidade mais equilibrada e amigável para se viver. Ufa!

A marca de 7 milhões de veículos será superada em breve. E tudo indica que continuaremos a contar com os mesmos 17 mil quilômetros de ruas e avenidas pavimentadas, não muito mais. Como as vendas continuam a crescer de forma acelerada e constante, devemos esperar congestionamentos cada vez maiores.

Mudanças necessárias e o alento – A primeira medida é individual: romper o ego. Possuir um carro não faz a pessoa melhor, nem mais importante, nem mais livre. Se você se sente o pior dos piores, pare já com isso… Antes de se endividar, faça uma conta: se o dinheiro que você gastaria para andar de taxi diariamente em São Paulo não cabe no seu orçamento, provavelmente adquirir um carro também não caberá. Não se iluda!

Outro ponto é estimular cada vez mais a convivência harmônica entre os habitantes da capital. Ruas, avenidas, calçadas, pontes e viadutos deveriam ser locais mais agradáveis para o deslocamento cotidiano e não de disputa insana pela ocupação a qualquer custo. Nesse sentido, use as redes sociais e monte grupos de carona no seu condomínio, por exemplo. Sempre haverá pessoas que vão para o mesmo local e é a chance de descobrir novas amizades e desafogar a cidade. Seu carro possui cinco ou mais lugares, né? Há um site, o Carona Solidária, no qual você pode se cadastrar para oferecer ou pedir carona de forma confiável. Conheça-o, aqui.

Se tiver carro, pense em usá-lo mais para passeios do que para o dia-a-dia. Alugar um carro também é uma boa pedida já que há tarifas em conta e muitas promoções em lojas especializadas! Lembre-se ainda que pode ser agradável andar a pé, de bicicleta ou de transporte coletivo (algumas linhas de metrô e trem abreviam o tempo de percurso e vários trens são confortáveis e contam com ar condicionado).

E a medida final é cobrar das autoridades públicas investimentos em transportes coletivos e que deixem de gastar a grana apenas em obras viárias. Campanhas como respeito à faixa de pedestres, reforma das calçadas e garantia de acessibilidade transformarão nossa amada metrópole em um lugar mais sustentável e feliz. Parabéns sim, São Paulo. O futuro promete!

COMENTÁRIOS

    Olá! Interessate comentário.
    Eu, particularmente considero pontos positivos.
    Parabéns São Paulo!!! Não se trata de ser somente uma grande cidd e por conseguência, seus problemas tbém em maior quantidd. Admiro-te Sampa, por toda diversidd e por ainda acolher os imigrantes e migrantes.
    De qualquer maneira, vale a matéria para reflexão, idéias, encentivar senso crítico e cooperação.
    Saudações, Maria.

    Olá! Interessate comentário.
    Eu, particularmente considero pontos positivos.
    Parabéns São Paulo!!! Não se trata de ser somente uma grande cidd e por conseguência, seus problemas tbém em maior quantidd. Admiro-te Sampa, por toda diversidd e por ainda acolher os imigrantes e migrantes.
    De qualquer maneira, vale a matéria para reflexão, idéias, encentivar senso crítico e cooperação.
    Saudações, Maria.