Show do Gongo: 22 inscritos, 18 gongados e o Coelho de Prata vai para “Glossário”

Em 19 anos do Festival Mix Brasil de Cinema da Diversidade Sexual, foram 12 edições do Show do Gongo, na minha opinião a parte mais interativa e non sense do festival, dessa vez no recém reformado teatro Sérgio Cardoso, em São Paulo. Sim, o público vem em peso e gonga mesmo… Não agradou, nem dá para esperar os 30 segundos regulamentares e a platéia vem a gritos: “Gongaaaa! Gongaaaa!”. Marisa Orth, atriz impagável (deixou claro que não cobrou nem um décimo do cachê, rs!), apresentou o evento mais uma vez. Feito para ela (ou ela foi feita para o Gongo?), a atriz arranca gargalhadas empolgadas como ninguém. Ela tem o “tempo da comédia”, não tem jeito. Além de passar uma energia ótima no palco, trocando farpas com a platéia impaciente e mandar todos “calar a boca” com categoria.

O juri também estava bacana: Dillah Dilluz (@DillahDilluz), cujo vídeo venceu com muita dignidade a edição anterior (confira aqui), o DJ Bruno Pacheco e a atriz da temporada atual de Macho Man (TV Globo), Luanna Jimenes (parceira de Marisa no programa) interagiam muito e tiveram até o inédito direito de gongar uma vez cada.

Claro que não poderia faltar uma interação explícita de Marisa com a drag Silvetty Montilla, que apresentou as primeiras edições do Gongo. Convidada ao palco, elas arrancaram ainda mais gargalhadas do público com elogios e farpas entre a bicha e mulher-bicha Marisa.

No final, apenas dois vídeos ficaram no páreo, em uma das edições recordes em gongadas, segundo o próprio André Fischer (leia entrevista com ele aqui no Divercidade), diretor do festival. A disputa ficou entre um vídeo que mostrava críticas bem humoradas aos deputados evangélicos e seus discursos homofóbicos absurdos em contraponto com a canção católica “Oração pela família” (que deu nome ao curta) e o “Glossário”, dos meninos de Fortaleza-CE (direção de FaBinho Vieira, com Alicia Pietá e Verónica Valenttino) que, aliás, estão fazendo uma temporada de humor em teatro de São Paulo. “Glossário” acabou vencendo depois de um discurso inflamado da drag queen Tchaka.

Regado a vinho e guaraná, porque Dillah não bebe (Rs!), o Gongo terminou em alto astral com fotos com as drags no palco. Estavam lá Kaká di Polly que quase gongou também, Dimmy Kieer, Salete Campari e outras… Simpesmente impagável!

:: E agora, vamos ao vídeo vencedor da noite do Gongo, Glossário.

:: Saiba mais sobre o festival que vai até dia 20/11, aqui.

 

COMENTÁRIOS

    Parabéns à André Fischer pela organização e escolha do Teatro Sérgio Cardoso.
    Os meninos meninas de Fortaleza Denis Lacerda , Alicia Pietá e Fabio Vieira deram o nome no video GLOSSÁRIO com maneira divertida e super moderna a edição ficou rápida e certa.
    Adorei a reportagem da Divercidade…
    Bjs
    Tchaka Drag Queen
    Rainha das Festas

    Parabéns à André Fischer pela organização e escolha do Teatro Sérgio Cardoso.
    Os meninos meninas de Fortaleza Denis Lacerda , Alicia Pietá e Fabio Vieira deram o nome no video GLOSSÁRIO com maneira divertida e super moderna a edição ficou rápida e certa.
    Adorei a reportagem da Divercidade…
    Bjs
    Tchaka Drag Queen
    Rainha das Festas

    Um absurdo GLOSSÁRIO ter ganho o SHOW DO GONGO 2011. Ficou ainda na cara que só foi vencedor por conta das DRAGS presentes (inclusive a própria TCHAKA) terem influenciado na votação do jurado. Vale ressaltar que as travas do filme GLOSSÁRIO estão em cartaz em um espetáculo com a Drag supra citada. SHOW DO GONGO virou festival manipulado.
    Sou muito mais ORAÇÃO PELA FAMÍLIA GAY que ficou com a segunda colocação, que com um humor crítico dá um tapa na cara de um grupo que propaga o ódio e a violência contra nós homossexuais.
    Um vídeo não tem que ser rápido, uma vez que o tempo máximo permitido pelo show do gongo é de 5 minutos.. e foi isso que eles fizeram. O que merece ainda mais ter sido o vencedor, pois é mais difícil ficar 5 minutos sem ser gongado do que esses vídeos curtos de merda que só fala  lixo como o GLOSSÁRIO.
    Lixo maior foi o discurso da Drag TCHAKA se referindo que Drags são Palahaços do Século XXI… afff! Cala boca besha e vai estudar sobre arte clownesca.

    Um absurdo GLOSSÁRIO ter ganho o SHOW DO GONGO 2011. Ficou ainda na cara que só foi vencedor por conta das DRAGS presentes (inclusive a própria TCHAKA) terem influenciado na votação do jurado. Vale ressaltar que as travas do filme GLOSSÁRIO estão em cartaz em um espetáculo com a Drag supra citada. SHOW DO GONGO virou festival manipulado.
    Sou muito mais ORAÇÃO PELA FAMÍLIA GAY que ficou com a segunda colocação, que com um humor crítico dá um tapa na cara de um grupo que propaga o ódio e a violência contra nós homossexuais.
    Um vídeo não tem que ser rápido, uma vez que o tempo máximo permitido pelo show do gongo é de 5 minutos.. e foi isso que eles fizeram. O que merece ainda mais ter sido o vencedor, pois é mais difícil ficar 5 minutos sem ser gongado do que esses vídeos curtos de merda que só fala  lixo como o GLOSSÁRIO.
    Lixo maior foi o discurso da Drag TCHAKA se referindo que Drags são Palahaços do Século XXI… afff! Cala boca besha e vai estudar sobre arte clownesca.